Tabela Salarial

 

A partir de 1 de dezembro de 2017, existirá uma reposição de 100 %, sendo aplicáveis as percentagens previstas na tabela a que se refere o n.º 2 do artigo 1.º do Decreto-Lei n.º 62/79, de 30 de março.

  TRABALHO NORMAL TRABALHO EXTRAORDINÁRIO
Trabalho diurno em dias úteis R Primeira hora – 1,25 R
Horas seguintes – 1,5 R
Trabalho nocturno em dias úteis 1,25 R Primeira hora – 1,75 R
Horas seguintes – 2 R
Trabalho diurno aos sábados depois das 13 horas, domingos, feriados e dias de descanso semanal 1,25 R Primeira hora – 1,75 R
Horas seguintes – 2 R
Trabalho nocturno aos sábados depois das 20 horas, domingos, feriados e dias de descanso semanal 1,50 R Primeira hora – 2,25 R
Horas seguintes – 2,5 R



Subscreva a nossa newsletter e fique a par das últimas novidades

Sindicato dos Médicos da Zona Centro - Rua de Tomar nº 5, 3000-401 Coimbra
Copyright © 2020 SMZC - Todos os direitos reservados.

Por favor, publique módulos na posição offcanvas.

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação

Guia para trabalhadores médicos e as medidas excecionais relativas ao novo coronavírus - COVID-19

fnam

Destaque covid 19A Federação Nacional dos Médicos disponibiliza um guia de perguntas frequentes, para trabalhadores médicos, sobre as medidas excecionais e temporárias relativas à situação epidemiológica do novo coronavírus - COVID-19.

A FNAM vai continuar a acompanhar a evolução da situação e prestar todo o apoio no esclarecimento de qualquer dúvida. 

Versão do documento: 3.0 - 22/03/2020

Assuntos tratados:

  • Suspensão de atividades letivas e não letivas / mobilização para o serviço ou prontidão
  • Mobilidade
  • Médicos aposentados
  • Férias
  • Procedimentos relativos a equipamentos de proteção individual (EPIs) para médicos

Anexo:

  • Anexo I – Formulário para solicitar apoio excecional junto do empregador;

  • Anexo II - minuta de declaração de recusa de exercício de funções por falta de EPIs.

Inquérito sobre ausência de material - COVID 19

fnam

Destaque covid 19Caros colegas:

Estamos a viver um momento difícil e todos nós somos necessários para tratar os nossos doentes.

No entanto, o médico tem o direito de prestar cuidados de saúde em segurança, tem o direito à sua saúde e tem a obrigação de defender a saúde dos doentes pelo que, para isto, necessita de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados.

Neste sentido, a Federação Nacional dos Médicos (FNAM), em defesa dos médicos, vem questionar quais são as carências de material sentidas.

Trata-se de um questionário totalmente ANÓNIMO, comprometendo-se a FNAM ao sigilo, que demora apenas 2 minutos.

Aceda ao inquérito aqui: https://pt.surveymonkey.com/r/BYMPHGP