CGTP-IN solidária com a greve dos médicos

2017.05.09

A CGTP-IN divulgou hoje , num comunicado à imprensa, a solidariedade da central sindical com a greve dos médicos "e apela aos trabalhadores de todos os sectores de actividade, assim como às suas famílias para apoiarem esta luta, que é de todos, pela defesa do Serviço Nacional de Saúde.


Na íntegra, é o seguinte o teor do comunicado da CGTP-IN:
A CGTP-IN manifesta a sua solidariedade com a greve dos médicos convocada para os dias 10 e 11 de Maio, pela melhoria das suas condições de trabalho e a prestação de melhores cuidados de saúde à população.
Esta é uma greve que só tem lugar porque o Ministério da Saúde não concretizou compromissos anteriormente assumidos com as organizações sindicais e persiste em arrastar no tempo as respostas a problemas que precisam de ser tratados e resolvidos agora.
Como este processo está a demonstrar, mais importante do que aquilo que se diz, é aquilo que se faz. Defender e reforçar a capacidade de resposta do Serviço Nacional de Saúde implica respeitar e valorizar os profissionais da saúde e melhorar as condições de acesso e atendimento aos utentes.
Este é o caminho certo e seguro para responder aos problemas dos cidadãos, dar um novo impulso ao serviço Nacional de Saúde e à importância que tem para o bem estar das famílias e o aumento da esperança de vida e manter nas fileiras do Estado os médicos e outros profissionais de saúde, indispensáveis ao bom funcionamento dos serviços.
Neste sentido a CGTP-IN reafirma a sua solidariedade aos médicos e às suas organizações sindicais, nomeadamente a FNAM e apela aos trabalhadores de todos os sectores de actividade, assim como às suas famílias para apoiarem esta luta, que é de todos, pela defesa do Serviço Nacional de Saúde.