COMUNICADO CONJUNTO SINDICAL

2012.07.07

O Ministro da Saúde não satisfeito com as sucessivas violações do acordado com as estruturas sindicais, veio introduzir novos e graves factores de conflitualidade ao ameaçar com a requisição civil dos médicos face a uma greve que respeita todos os parâmetros legais e constitucionais, e que assegura integralmente todos os serviços mínimos em vigor.